Mensagens

Partilha 8. AE Sá de Miranda. Utilização de recursos digitais no ensino da matemática

Imagem
No Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, os alunos do 1.º Ciclo utilizam várias ferramentas e plataformas digitais, incluindo computadores, tablets e softwares educativos. Estas tecnologias são utilizadas para apoiar transversalmente a aprendizagem de todas as disciplinas do currículo, incentivando a exploração, a criatividade e a colaboração entre os alunos, indo ao encontro do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. No ensino da matemática utiliza-se, entre outras, a plataforma Hypatiamat , promovendo, desta forma, o cálculo mental e desenvolvendo competências digitais, essenciais para um futuro que se prevê cada vez mais digital. Para incentivar os alunos e promover a utilização da plataforma,  o professor Bruno Teixeira, que também desempenha a função de Embaixador Digital do CFAE Sá de Miranda, organizou um campeonato entre os alunos do 4.º ano de todas as escolas do agrupamento, para selecionar os 12 finalistas que irão participar na final concelhia de Braga, marca

Conversas em Rede #2 - Metodologia de Trabalho de Projeto

Imagem
  No dia 30 de abril, às 18h00, a Rede Minho de Embaixadores Digitais promoveu a 1.ª sessão da iniciativa “Conversas em Rede #2”, com a intervenção, como oradora, da  Dra. Laura Maria ,  professora em mobilidade na Direção-Geral da Educação enquanto coordenadora da Organização Nacional de Apoio do projeto eTwinning.  A dinamização desta sessão teve como objetivo promover a discussão em torno do papel das metodologias ativas, em particular do trabalho de projeto, no desenvolvimento de aprendizagens significativas e na promoção da diferenciação pedagógica. Acresce a premência de discutir e explorar o papel do trabalho de projeto enquanto metodologia ativa com potencial necessário para transformar práticas pedagógicas, colocando o aluno no centro da ação educativa. Além da pertinência e atualidade da temática, constata-se a necessidade de os docentes aprofundarem conhecimentos no âmbito desta metodologia de ensino e aprendizagem no sentido de proporem aos seus alunos a realização mais sis

Partilha 7. AE D. Maria II - V.N.Famalicão. 1º Prémio no 2º Congresso Inteligência Artificial e Sustentabilidade UMinho

Imagem
Os alunos do Clube Ciência Viva do Agrupamento de Escolas D. Maria II , orientados pela professora Elisa Saraiva, que também desempenha a função de Embaixadora Digital no CFAE VNF, obtiveram o 1º Prémio com a Comunicação Oral intitulada “ Deteção de microplásticos em água destinada a consumo humano ” no 2º Congresso Inteligência Artificial & Sustentabilidade (IAS) que decorreu no dia 12 de abril de 2024 na Universidade do Minho. Trata-se de evento que integra comunicações, produções artísticas, workshops e palestras com especialistas, que contou com a participação de 300 alunos, do 9º ao 12º anos, do distrito de Braga, acompanhados por cerca de 30 professores. Os projetos apresentados foram desenvolvidos em estreita colaboração com professores e investigadores da Universidade do Minho e dedicam-se ao tema da Inteligência Artificial & Sustentabilidade aplicada a diferentes contextos e setores.   No caso concreto, a proposta dos alunos do AE D. Maria II foi o desenvolvimento de u

Partilha 6. AE Terras do Ave. Optimização de recursos digitais na gestão escolar

Imagem
O fim de tarde do dia 22 de abril de 2024 ficou marcado por uma reunião de partilha de boas práticas sobre a otimização de procedimentos de organização e gestão escolar através do recurso a ferramentas digitais. Diretores de várias escolas e representantes de direções estiveram na EB Terras do Ave para participar numa sessão de trabalho vocacionada para a melhoria e otimização dos recursos digitais no que concerne ao registo e tratamento de informações, como é o caso de atas de avaliação e relatórios produzidos a partir das mesmas.

Partilha 5. AE de Amares. Mostra Pedagógica Digital

Imagem
No âmbito do desenvolvimento do trabalho planificado nas diversas disciplinas e conselhos de turma (DACs), das comemorações dos 50 anos do 25 de abril e enquadrado na operacionalização do PADDE, o AE de Amares desenvolveu um projeto digital com os trabalhos desenvolvidos pelos alunos do agrupamento. Esta iniciativa integra a Feira do Livro de Amares e XIV Mostra Pedagógica de Amares. Mostra Pedagógica 2024

Partilha 4. AE de Barcelos. Comemorando o dia do Pi na aula de Matemática

Imagem
  No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Matemática (conhecido como o Dia do Pi), os alunos das turmas do 7.º ano da Escola Secundária de Barcelos desenharam o símbolo do número Pi como forma de celebrar esta data. Para isso, o professor Pedro Ribeiro pediu aos alunos que elaborassem um algoritmo, recorrendo à linguagem de programação Scratch , que permitisse obter a construção do símbolo do número Pi, bem como outros elementos, dando asas à criatividade. Temas das Aprendizagens Essenciais de Matemática para o 7º ano de escolaridade envolvidos: Funções: referencial cartesiano; coordenadas de pontos e marcação de pontos num referencial cartesiano; Pensamento computacional: decomposição; algoritmia; depuração. Imagens da atividade: https://drive.google.com/file/d/1qGmFOMhFgl7TlxH4v_0sXJGOPUuXfLC_/view?usp=sharing Guião da tarefa: https://drive.google.com/file/d/1f7L8BDfIfS6jaYyRMGGK1uZDtHBU9FEE/view?usp=sharing Link para o Scratch:  https://scratch.mit.edu/projects/editor/?

Partilha 3. AE António Rodrigues Sampaio, Esposende. Explorando o Hardware dos Óculos CLASSVR: funcionalidades básicas e experimentação

Imagem
  No âmbito da crescente promoção da utilização de equipamentos digitais e do  desenvolvimento de literacias digitais, o AEARS - Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio adquiriu 2 kits de 8 óculos de realidade virtual. A experiência do agrupamento na utilização do hardware dos óculos ClassVR é uma oportunidade para as escolas associadas do CFAEBE - Centro de Formação da Associação de Escolas dos Concelhos de Barcelos e Esposende experimentarem e conhecerem as funcionalidades básicas destes óculos. «[ No estudo de Afonso, G. et al. (2020)] Utilizou-se, pesquisas produzidas, e em desenvolvimento, pelo Grupo de Pesquisa em Realidade Virtual e Aumentada, do Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional UNINTER. A investigação concluiu que a  realidade virtual imersiva auxilia diversas práticas pedagógicas, quando corretamente aplicadas. »  (AFONSO, Germano Bruno et al. Potencialidades e fragilidades da realidade virtu